Telecom::Valim confrmado com novo presidente da OI

Os acionistas controladores da Telemar Participações, holding do grupo Oi, confirmaram nesta sexta-feira, 3, o nome de Francisco Valim como novo presidente da operadora de telecomunicações. Valim, que é ex-presidente da operadora de cabo Net Serviços, assumirá o cargo a partir de setembro. Ele substituirá Luiz Eduardo Falco, que deixará a companhia ao fim de junho. Entre julho e agosto, a Oi será comandada interinamente por José Mauro da Mettrau Carneiro da Cunha, presidente do conselho de administração da Tele Norte Leste Participações(TNLP). Fonte: teletime

Telecom::Novo presidente da Telebras

O novo presidente da Telebrás, Caio Bonilha, assumiu nesta quarta, 1°, após três horas de reunião do conselho de administração, o cargo que até ontem era de Rogério Santanna. Ele afastou a possibilidade de a empresa atuar no varejo (o que, aliás, já vinha sendo dito pela Telebrás há muito tempo), e prometeu atuar em parceria com a iniciativa privada e incentivar o mercado de provedores de comunicação multimídia, para garantir a acessibilidade do serviço mesmo em cidades onde não existam provedores para a venda de banda larga ao consumidor final. 

Na saída da reunião, da qual só participou da primeira etapa, Santanna identificou uma contradição entre o discurso e a prática no tratamento pelo governo do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL), da qual a Telebrás é a gestora. "É certo que as prioridades do governo se vêem na contabilidade; se não há recursos, (o PNBL) perde prioridade", acentuou. Ele informou que sua convivência com o ministro Paulo Bernardo (Comunicações), com quem trabalhou quase seis anos, já não era tão fácil. "À medida que o PNBL foi avançando, que os interesses das teles foram se mostrando, minha relação com o ministro foi se deteriorando", revelou. 

Santanna disse não acreditar na entrega do gerenciamento do PNBL às teles – especificamente à Oi – mas que o distanciamento que mantinha com elas ajudou a derrubá-lo do cargo. "Não acredito que chegue a esse ponto, mas está clara a orientação do governo de aproximar das empresas. Esse é o motivo da minha demissão", declarou. Fonte: www.teletime.com.br

Telecom::Futuro novo presidente da OI

Uma pessoa disciplinada, com senso de justiça e habilidade para ouvir os outros, mas também capaz de liderar estratégias agressivas de negócios para reerguer sua empresa. É esse perfil que Francisco Valim, futuro presidente-executivo da Oi, demonstra. No final de junho, ele vai deixar a Experian, onde é CEO para Europa, Oriente Médio, África e América Latina desde dezembro de 2009, para comandar a Oi. No novo emprego, ele vai ter um desafio e tanto: cumprir as metas que Luiz Eduardo Falco, atual chefe da empresa de telefonia, não conseguiu alcançar em seus últimos meses na companhia. Valim vai assumir o cargo no momento em que a Oi passa por uma reestruturação societária para reunir as ações de todas as empresas do grupo em uma só companhia listada na bolsa. Apesar da situação delicada, o professor Tarcísio Abreu, da pós-graduação do Ibmec, considera que o mercado vai absorver bem suas estratégias e ações para a Oi. "Os resultados recentes alcançados no Serasa somente confirmam seu estilo discreto, mas que poderá contribuir com a Oi frente a grandes desafios de crescimento e rentabilidade", afirma.

Esta não será a primeira vez que o executivo lidera mudanças estruturais em uma empresa de grande porte. Em 2003, quando ingressou na NET, o administrador de empresas se deparou com uma dívida de 1,242 bilhão de reais e um prejuízo de 1,125 bilhão, no ano anterior. O resgate da empresa do fundo do poço consistiu em maior investimento na área de vendas, nas campanhas publicitárias e de marketing e na qualidade do serviço para quem já era assinante. Ao mesmo tempo, a dívida foi renegociada com os credores e as finanças foram colocadas, aos poucos, de volta nos eixos. Em 2006, a NET teve o primeiro lucro anual de sua história, graças à agressividade da gestão de Valim para manter clientes e gerar novas assinaturas.

Trajetória
O próprio Valim não sabe dizer o que é propriamente fruto da religião ou não. Mesmo assim, tem consciência de que sempre foi estudioso e disciplinado nos tempos de colégio e não foi à toa que passou no vestibular logo na primeira vez que prestou o concurso, aos 17 anos - pouco antes de ser convocado para o exército. Depois de três anos e meio de engenharia, sentiu falta de uma abordagem mais humanística e migrou para a administração de empresas, curso em que se formou aos 24 anos, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Entre 25 e 26 anos de idade, já era gerente administrativo de uma pequena empresa para a qual havia criado um programa de contabilidade. Essa liderança, que aflorou relativamente cedo, se desenvolveu em seus trabalhos seguintes. Desde então, passou pela vice-presidência e diretoria financeira da RBS, pela diretoria financeira da Telemar (que, depois, virou Oi), pela presidência da NET Serviços e pela presidência da Serasa Experian e chefia operacional da Experian América Latina.
Antes de assumir a Oi, se despede do cargo de CEO da Experian para Europa, Oriente Médio, África e América Latina e também de Londres, onde morava. Para o professor do Ibmec, de volta ao Brasil, Valim deve encontrar um mercado de telecomunicações simpático em relação a seu perfil e ansioso por resultados ainda melhores do que os apresentados nas empresas em que trabalhou. A saída de Valim da Serasa Experian está marcada para dia 30 de junho. A Oi não comenta o assunto.

Inovação: Windows 8 na Computex

O vídeo oficial da Microsoft foi postado há pouco no YouTube, mostrando várias das inovações que o novo sistema operacional vai oferecer. O visual, baseado no Windows Phone 7, é bem caprichado e o sistema já está pronto para ser utilizado em tablets também. Alguns protótipos dos dispositivos (imagem ao lado)  que receberão o Windows 8 foram apresentados na Computex 2011, que acontece em Taipei.

GAMES::Rede Social para Call of Duty

Nesta terça-feira a Activision Blizzard anunciou uma versão beta da sua rede social para jogadores de "Call of Duty". A comunidade Elite permitirá ao jogador competir, aprimorar-se no jogo além de ter a experiência multiplayer em um novo serviço de jogos em rede, como resultado da forte influência de sites como Facebook e Twitter.Segundo a companhia, o novo braço social do game vai reunir mais de 30 milhões de jogadores em todo o mundo."O tempo médio que um jogador de Duty gasta é de 58 minutos por dia com o multiplayer. Isso é mais do que um usuário de Facebook gasta em média por dia na rede social", disse o CEO da Activision publishing, Eric Hirshberg, em comunicado. Segundo Hirshberg, o usuário poderá manter contato com amigos, pessoas que estejam no mesmo nível que o seu no jogo, jogadores que morem próximos e que gostem das mesmas coisas, unir  clãs para jogar em grupo, fazer upload de informações, visualizar um perfil e comentar ações de amigos no game. "Call of Duty Elite também vai permitir que jogadores de todos os níveis melhorem no jogo, com um kit de ferramentas de fácil utilização para competir em torneios com premios reais e virtuais", afirmou. A rede dará acesso a um painel de estatísticas pessoais, vídeos exclusivos de estratégias e detalhes sobre mapas e armas do jogo.Ainda de acordo com o comunicado da companhia, a nova camada social do Call of Duty vai beneficiar uma série de usuários que aguardam pela nova versão Modern Warfare 3, com jogos multiplayer, ainda este ano. O serviço será totalmente integrado ao jogo e será lançado junto a ele, em sua versão final, em 8 de novembro.Os jogadores que possuem o game Black Ops já podem testar a versão beta da rede. A Elite vai oferecer  uma comunicação bidireccional entre a comunidade virtual e o jogo, de modo que as escolhas e decisões que os jogadores tomam irão afetar diretamente a sua experiência no game. O serviço será pago. Parte das funções estará disponível gratuitamente e outras serão acessadas via assinatura premium. A rede, com conteúdo exclusivo, promete ter custo abaixo de qualquer serviço similar no mercado atual.A rede será acessível através de diferentes plataformas como navegadores, dispositivos móveis, consoles de jogos e na interface do game, para que os jogadores possam manter contato via Call of Duty Elite quando e como quiserem. Atualmente, há mais de sete milhões de jogadores do game por dia. No site da rede social para gammers ( www.callofduty.com/elite ) há conexões do jogo com consoles PlayStation, Xbox e PCs. Fonte: Globo.com


Utilidade Publica:: HP faz recall de baterias

A Hewlett-Packard (HP) convocou nesta quarta-feira o recall de baterias de alguns modelos de notebooks. Os produtos afetados foram vendidos entre julho de 2007 e maio de 2008. Os modelos de notebooks que precisam ter a bateria substituída são os seguintes: HP Pavilion (dv2000, dv2500, dv2700, dv6000, dv6500, dv6700, dv9000, dv9500, dv9700, dx6000, dx6500 e dx6700); Compaq Presario (A900, C700, F500, F700, V3000, V3500, V3700, V6000, V6500 e V6700); HP Compaq (6510b, 6515b, 6520s, 6710b, 6710s, 6715b, 6715s e 6720s; e HP (G6000 e G7000). De acordo com a HP, as baterias podem superaquecer e causar incêndios ou queimaduras. Todos os clientes que tenham modelos afetados devem realizar a substituição, oferecida gratuitamente.
Ainda segundo a empresa, cerca de 5% das baterias vendidas nesse período apresentam esse defeito. A empresa recomenda que os usuários que possuírem notebooks com esses problemas devem imediatamente remover a bateria da máquina e entrar em contato com o serviço de atendimento da HP.

 Mais informações podem ser obtidas no site da HP ( http://bpr.hpordercenter.com/hbpr/BR-pt/M14.aspx ) ou nos telefones (11) 4004-7751 para Grande São ou 0800-709-7751 para demais localidades.


Tablet::Isenções fiscais para fabricantes

O governo publicou no Diário Oficial da União desta quarta-feira os critérios que as fabricantes de tablets terão de cumprir para se beneficiarem de isenções fiscais. O uso de componentes fabricados no país é obrigatório. Entretanto, a adoção das peças nacionais será gradativa. As regras do processo produtivo básico dão prazo para o início da montagem local de componentes sofisticados, como telas sensíveis ao toque, a partir do final de 2013. Segundo documento, as fabricantes de tablets estão dispensadas, até o final de 2013, de montagem . local das telas de seus equipamentos. Só a partir de 2014 é que os tablets produzidos sob o regime do processo produtivo básico terão que ter pelo menos 50% de produção local. Já outros componentes terão adoção gradual, como placa-mãe que terá índice mínimo de produção local de 50% em 2011, passando para 80% em 2012 e 95% a partir de 2013. Chips de comunicação sem fio, via rede celular, terão índice de 20% em 2013 e de 30% a partir de 2014. A portaria dos ministérios de Ciência e Tecnologia e de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior foi publicada depois que o governo incluiu os tablets na chamada "Lei do Bem". A legislação permite que o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) baixe nesses produtos de 15% para 3%. Além disso, a alíquota
 do PIS/Cofins cai de 9,25% para zero. A expectativa do governo é que os preços final dos tablets nacionais caíam em cerca de 30%, e fique mais acessível ao consumidor. De acordo com a empresa de pesquisa IDC, as vendas de tablets no Brasil devem chegar a 300 mil 
unidades em 2011, com a maior movimentação ocorrendo no segundo semestre do ano. Segundo a empresa, a desoneração dos tablets só terá impacto relevante sobre as vendas em 2012, levando-se em conta o tempo de produção dos dispositivos brasileiros. 
Fonte: Globo.com

Laptops-Tablet::Nova categoria de laptops híbridos

A Intel lançou , em Taiwan durante a Computex, a segunda maior feira mundial de computação , junto à Asus nesta terça-feira uma nova categoria de laptops híbridos, o Ultrabook, com 0,8 polegada (20 mm) de espessura, recursos de tablet e exibição de imagens ultranítidas, à espera de criar produtos para um mercado de transição entre os tradicionais PCs e novos dispositivos portáteis. De acordo com a companhia, além de fino, o laptop prioriza a navegação on-line, tempo rápido de inicialização e design delicado como os tablets, também traz o que a gigante de tecnologia dos EUA promete ser o que há de mais recente em processadores entregues até 2012, da família Ivy Bridge. A nova geração de chips fabricados com 22 nanômetros e transistores 3-D Tro-Gate, foi anunciada pela companhia em maio e promete maior desempenho e menor consumo de energia. A espessura projetada para o novo dispositivo com processador Intel visa torná-lo o mais elegante do mercado, após o lançamento do MacBook Air da Apple. O notebook concorrente, com versões de 11 e 13 polegadas, tem até 1,7 centímetros de espessura e preços a partir de US$ 999.Maloney descreveu então o Ultrabook como um híbrido entre laptop e tablet, por menos de US$ 1.000, competitivo no setor. 

Inovação:: Biochip impresso simplifica a genética


Uma plataforma miniaturizada desenvolvida no Instituto de Química de São Carlos (IQSC) da USP concentra as etapas do processo de análise genética, utilizando menores quantidades de amostras de DNA. O Biochip impresso, é um dispositivo feito em filmes de poliéster, possui canais impressos em toner e pode ser preparado para o uso em dez minutos, com custos inferiores ao do processo convencional. A química Gabriela Rodrigues Mendes Duarte, que realizou a pesquisa, conta que o processo de análise genética envolve três etapas: extração, amplificação e separação do DNA. "Cada parte é realizada separadamente em análises genéticas convencionais," descreve a pesquisadora. "Isso faz com que a análise seja mais trabalhosa, levando mais tempo e com maiores custos". O dispositivo é uma plataforma microfluídica, feita com filmes de poliéster, o mesmo material usado nas transparências para projeção."Neles são impressos com toner os canais nos microchips que realizarão as análises", diz a química. "Os filmes são unidos com uma laminadora comum, com espaços em branco que formam canais, ampliados por uma cortadora laser, nos quais circulam as amostras de DNA". A plataforma completa tem entre 5 e 10 centímetros (cm) de comprimento e pode ser preparada para uso em dez minutos, com custo aproximado de R$ 0,15 por unidade. "Ao final do processo, é obtido o perfil genético do DNA extraído, com base no gráfico dos fragmentos ampliados e separados por tamanho", aponta Gabriela.
Para fazer as análises, o dispositivo necessita de uma quantidade menor de amostras de DNA e reagentes do que no processo convencional, lidando com volumes da ordem de microlitros. "Ao mesmo tempo, a plataforma concentra as três etapas da análise, o que permite sua realização em um menor espaço de tempo", ressalta a pesquisadora. Os dispositivos utilizados nesta análise genética são descartáveis. "Isso evita a contaminação de uma amostra por outra, como pode acontecer em dispositivos de vidro", acrescenta Gabriela.

Jornalismo::China articula para vetar Brasil no conselho de segurança das Nações Unidas

A China, o mais poderoso país do Brics, grupo que o Brasil integra, ampliou ofensiva diplomática contra tentativas de ampliação do Conselho de Segurança das Nações Unidas, uma das reivindicações da política externa brasileira. O Valor apurou que o governo chinês tenta agora torpedear um projeto de resolução que o G-4 - Brasil, Índia, Alemanha e Japão, todos candidatos a um assento permanente no Conselho de Segurança - planeja apresentar em breve à Assembleia Geral da ONU.

Copa do Mundo:: Investimentos de 804 Bi no Brasil

Para recuperar o atraso nas obras de infraestrutura para a Copa de 2014, representantes de Porto Alegre, Curitiba e São Paulo se reuniram com empresários de capital espanhol, ontem (26), em São Paulo, em um seminário promovido pela Cámara Oficial Española de Comercio en Brasil.

Segundo os números apresentados, em Porto Alegre, o estádio Beira Rio tem sua reforma orçada em R$ 290 milhões, mas até agora só foram aplicados R$ 30 milhões. Em Curitiba, o estádio Arena da Baixada, de orçamento de R$ 220 milhões, ainda não teve as obras iniciadas, e em São Paulo, o já famoso Itaquerão de R$ 1 bilhão nem sequer tem projeto de engenharia pronto.

O vice-presidente da Abdib - Associação Brasileira da Infraestrutura e Indústrias de Base, Ralph Lima Terra, explicou que em 2010 foram investidos no país, em infraestrutura, R$ 144 bilhões. E prosseguiu, estimando que os preparativos para a Copa do Mundo devem movimentar em todos os estados brasileiros aportes que deverão atingir, até 2014, R$ 804 bilhões. "O que nos falta é ter trabalhadores em larga escala e gestão de melhor qualidade", disse o representante da Abdib.

Também no seminário, foi destacado que o  setor de franquias vem trilhando os caminhos da Copa, criando oportunidades para expandir seus negócios. É o que vem fazendo, por exemplo, a rede de fast-food brasileira Giraffas, que irá inaugurar sua primeira unidade em Miami (EUA) no dia 25 de junho. Além do Giraffas, a ABF (Associação Brasileira de Franchising) contabiliza 68 redes brasileiras que estão em atuação em 49 países. "Até o ano que vem devemos superar a Franchise Expo Paris, a maior feira do setor", diz o presidente da ABF, Ricardo Bomeny.

Por fim, o cônsul da Espanha em São Paulo, José Maria Matres Manso, destacou que o seu país "quer aproveitar esse instante em que a Copa de 2014 chega, com necessidades nos mais diversos segmentos, para investir no Brasil", que, segundo ele, "está aberto às companhias que desejam aqui investir".

Telecom::TV conectada com internet é a mais nova atração das lojas de varejo

O site www.g1.com.br divulgou que a TV conectada é a mais nova atração das lojas de eletrônicos. Dois tipos disputam o mercado: as TVs equipadas com navegador, que permitem acessar qualquer site - como no computador e as TVs sem navegador, as primeiras que foram lançadas. Elas oferecem acesso a conteúdos limitados - em aplicativos desenvolvidos para os fabricantes. O empresário André Salles comprou uma. Entre um programa e outro, acessa mapas para definir o roteiro das férias, assiste vídeos na internet e bate-papo em redes sociais. "É bacana porque você pode a qualquer momento acessar qualquer tipo de informação na internet. Você consegue ver vídeos em alta definição, numa TV de 42 polegadas, é muito mais confortável do que assistir no monitor com 13, 15 polegadas de um computador. As mensagens escritas são lidas pelo amigo do outro lado da cidade, também pela TV. Um pouco maior, mas com a mesma tecnologia. "Agora as coisas ficaram mais práticas. Não preciso andar com celular e notebook ao lado da televisão. Ela supre completamente a necessidade", diz o analista de sistemas Fred Evangelista.
A mulher de Fred, a designer Alessandra Fontana, gosta do resultado mas ainda não se acostumou com o brinquedinho sofisticado."Antigamente eu conseguia ligar a TV, agora nem mais ligar a TV eu sei". Como toda tecnologia de ponta, o preço da TV conectada é mais salgado. Chega a custar 20% a mais do que uma similar sem o recurso. A conexão com a internet pode ser feita por cabo ou sem fio. Entre as TVs com conexão sem fio, há modelos com o receptor wireless embutido e outros que precisam de um adaptador, que custa R$ 200. Parece um pen drive, que é conectado à porta USB da TV. O desempenho, é claro, depende da velocidade da conexão. "A gente recomenda cinco megas", diz o consultor de produtos da Samsung, Ximenes Fernandes.
Dependendo do modelo da televisão, ela vem com um controle convencional em que é preciso apertar várias vezes a tecla pra acionar números ou letras, ou vem com um controle que imita bastante o teclado do computador. Mas em muitos modelos é opcional. Custa na faixa de R$300. Ele é um pouco mais prático, mas o controle remoto ainda é o ponto fraco da navegação pela TV. "Como o celular antigamente, antes de ter tela touch, você tinha que digitar no celular usando os números. Era muito ruim, o controle a mesma coisa", explica André. Em compensação, o tamanho da tela e a qualidade do som são um diferencial para quem faz vídeo-chamadas. Em alguns modelos, é possível ver a programação da tevê e acessar a internet ao mesmo tempo. "O que a gente busca é trazer o usuário do notebook, o usuário do computador, criar esse conforto e trazer ele pra TV, fazendo com que a TV seja o centro de entretenimento da casa", fala o gerente de TV da Samsung, Rafael Cintra. Por essas e outras, os fabricantes não têm dúvida de que essa não é uma moda passageira. "Atualmente a gente tem cerca de 70% do nosso portifólio conectado a internet. Para 2011, até o final do ano, a gente vai ter 100% das TVs, todo mundo quer estar conectado", diz a analista de desenvolvimento de produtos da Panasonic, Bruna Hatakeyama.

Smartphone::Aplicativo de reconhecimento facial destrava o Iphone 4

Um aplicativo para iPhones desbloqueados permite que o dono destrave o aparelho por reconhecimento facial em substituição a digitação de senha. Após adicionar algumas fotos a uma galeria, o RecognizeMe dá a opção ao usuário de destravar o iPhone 4 apenas posicionando o rosto em frente à câmera. O aplicativo escaneia a face do usuário por alguns segundos até decidir se ele é mesmo o dono do aparelho. Nas configurações, o usuário pode ajustar a porcentagem de segurança que ele quer que o aplicativo tenha. Até agora, o criador do RecognizeMe publicou apenas um vídeo sobre o aplicativo no YouTube. Segundo o site PC World, alguns usuários que já testaram o aplicativo afirmaram que ele permite que outras pessoas, à vezes parecidas com o dono, consigam entrar no iPhone, mesmo com a porcentagem de segurança em 80%. Aplicativo dá a opção ao usuário de usar reconhecimento facial para destravar iPhone. O site também afirma que o RecognizeMe ainda não está disponível para venda, mas acredita-se que ele chegará ao mercado por US$ 7.

Telecom::Portugal Telecom obteve lucro líquido de 129.7 milhões no 1TRIM

A Portugal Telecom (PT) obteve lucro líquido de 129,7 milhões de euros no primeiro trimestre de 2011, resultado 29% superior ao alcançado nos três primeiros meses do ano passado, quando alcançou vendas de 100,3 milhões de euros. Já as receitas operacionais da PT caíram 3,9% em relação ao primeiro trimestre de 2010, de 906,9 milhões de euros para 871,1 milhões de euros, e foram resultado, principalmente, de um recuo de 7,8% da receita em Portugal, refletindo a crise econômica daquele país. A empresa informou que o crescimento do lucro se deve à queda das despesas com a venda de sua participação no UOL, realizada em 30 de dezembro do ano passado. Sua participação no portal era de 28,8%. Segundo a Empresa, a saída do UOL compensou a queda nas vendas em Portugal e os impostos pagos oriundos dos investimentos na Oi, no Brasil. O grupo de telefonia informou que teve um Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) de 357,4 milhões de euros, queda de 5,2% em relação ao alcançado entre janeiro e março de 2010. Na mesma base de comparação, cai de 41,6% para 41%

Copa do Mundo::Centro Internacional de Transmissão será no Rio de Janeiro

A Fifa escolheu na manhã desta sexta-feira (27) o Rio de Janeiro como sede do Centro Internacional de Transmissão, ou International Broadcast Centre (IBC), na sigla em inglês, da Copa do Mundo de 2014. O local escolhido foi o Riocentro, na Barra da Tijuca, zona oeste da cidade, que já havia abrigado o IBC durante os Jogos Pan-Americanos, em 2007. 

Segundo informa a prefeitura do Rio, a decisão do Comitê Organizador Local (COL) e da Fifa - durante o encerramento da segunda reunião do COL/Fifa, em Zurique, na Suíça -, foi tomada devido ao fato da cidade apresentar "qualidade de infraestrutura, diversidade de acomodações e atividades disponíveis na cidade, bem como pelo projeto manifestado com ênfase para fornecer todo apoio possível ao IBC e seus usuários", destaca.

Em janeiro deste ano, Rio, São Paulo e Brasília apresentaram propostas para receber o IBC.  Além do Riocentro, o Rio de Janeiro ofereceu o Centro de Convenções Sul-América, no centro. O IBC é o responsável por gerar as imagens do evento para o mundo todo. Na Copa da África do Sul, cerca de 13 mil profissionais trabalharam no local.

O dossiê de candidatura tinha 80 páginas com os detalhes técnicos das instalações da cidade. No site da federação, o Secretário Geral da Fifa, Jérôme Valcke, explica a escolha: "Posso afirmar que foi uma decisão difícil, todos os candidatos apresentaram alta qualidade e demonstraram um enorme compromisso. Mas infelizmente só podemos escolher uma sede e consideramos que, em geral, o melhor para a Fifa foi Rio de Janeiro. O IBC será um dos centros de informações mais avançados do mundo durante os meses de junho e julho de 2014. É um componente vital, que estabelece a ligação entre a Copa do Mundo da Fifa e o resto do mundo e garante que as pessoas ao redor do planeta tenham a melhor e mais atualizada cobertura do nosso belo esporte".

Valcke presidiu a reunião juntamente com o presidente do COL, Ricardo Teixeira.

Inovação::Reparação automática,materiais que se autoconsertam, isso é possível?

Um vidro de relógio riscado ou a lataria arranhada de um carro que se reparam sozinhos quando expostos à luz - a "reparação automática" não é mais coisa de ficção científica.
Um grupo de pesquisadores dos Estados Unidos e da Suíça está aprimorando este material, um novo tipo de plástico capaz de reparar-se em menos de um minuto quando exposto à luz ultravioleta. O nome é "polímero metalo-supramolecular", um termo que ainda não faz parte da linguagem comum, mas que logo deverá fazer parte dos produtos do nosso cotidiano.

O novo material pode realmente ter muitas aplicações práticas e "comercialmente úteis", das telas digitais aos objetos comuns de plástico, que riscam ou arranham com muita facilidade.
Pense, por exemplo, nos riscos na pintura de um carro ou em um esmalte de unha, que não exige que a mulher volte ao salão para refazer tudo por causa de um simples arranhão.
Os plásticos tradicionais são feitos de polímeros, moléculas que formam longas cadeias de vários milhares de átomos, entrelaçadas como espaguete em um prato. Quando aquecido, o plástico derrete e pode ser trabalhado em um molde, por exemplo. Mas ele derrete e flui lentamente, por causa do peso das moléculas e das suas interligações. Os polímeros metalo-supramoleculares, no entanto, são feitos de moléculas 25 vezes mais curtas, grudadas umas nas outras por átomos de metal. Quando o material é aquecido, essas moléculas se separam - como elas são leves, a massa flui muito mais facilmente. Assim que o calor diminui, as moléculas se "reatam" pelas suas extremidades metálicas, e o material recupera suas propriedades originais.
E, para isso, nem é preciso colocar o relógio, o celular ou o carro no forno: uma dose de radiação ultravioleta é suficiente. 

"Usamos lâmpadas semelhantes àquelas usadas pelos dentistas para endurecer amálgamas à base de polímero", explica Christoph Weder, do Instituto Adolphe Merkle, na Suíça.
Os testes foram realizados em folhas muito finas e os parâmetros para uso prático ainda precisam ser desenvolvidos. Falta saber qual é a espessura necessária para que uma camada destes novos plásticos permaneça "auto-reparadora". Por enquanto, os testes foram realizados em folhas muito finas. "Já que usamos a luz, a profundidade até onde ela pode penetrar o material será sempre uma limitação. E não se pode esperar que a luz penetre em centímetros," admite Weder. Os pesquisadores sabem que o calor gerado pelos raios ultravioleta se propaga mais profundamente do que a luz. Mas qual é o seu alcance? A questão ainda está em aberto, e descobrir isto é um dos objetivos dos pesquisadores. "Por enquanto, ainda se trata de pesquisa fundamental," explica Weder. "Não buscamos desenvolver produtos para o mercado, mas sim conceitos, ferramentas que podem ser usadas para desenvolver os materiais comercialmente úteis."

Business::Google lança App para pagamentos com celular


A Google lançou no último dia 25, quinta-feira uma aplicação android que permitirá aos consumidores utilizarem seus celulares no comércio varejista. O Processo é simples basta que o cliente aproxime seu celular de um terminal digitar a sua senha no celular e pronto.  O Aplicativo também propiciará aos usuários trocarem cupons especiais e ganhar pontos de fidelidade. Com a sua carteira, o Google planeja ganhar dinheiro, oferecendo promoções aos consumidores quando vão as compras. A Empresa pretende aproveitar a carona no produto e lançar o "Google oferece" , como o Groupon, o Google irá cobrar uma taxa de revendedores participantes cada vez que uma pessoa resgata um cupom.