Netflix quer oferecer o mesmo conteúdo globalmente




Uma ótima notícia para os usuários do Netflix. A empresa quer fazer com que o mesmo conteúdo seja disponibilizado em qualquer país do mundo.
Para aqueles que não sabem, o catálogo do Netflix varia muito de país para país. Nem tudo que está disponível para os clientes americanos está disponível também aqui no Brasil.

Atualmente, alguns assinantes do Netflix usam VPN (um sistema que mascara o país de acesso) para ter acesso aos catálogos de outros lugares.
A intenção de fazer do catálogo o mesmo mundialmente foi comentada pelo CEO da empresa, Reed Hastings.

“A VPN é um pequeno asterisco se comparada a pirataria. Pirataria é o real problema ao redor do mundo”, disse Hastings. Ele acredita que boa parte das pessoas está disposta a pagar pelo serviço, mas querem ter acesso ao conteúdo que lhes interessa.
A questão é que essa disponibilidade global esbarra em leis de licenciamento de conteúdo. Para a mudança, seria preciso um grande passo – e isso depende de muito mais gente do que somente do Netflix.

Mas Hastings está fazendo seu papel ao chamar atenção da indústria cinematográfica para o assunto.
“A chave sobre pirataria é que uma fração dela é porque usuários não conseguem acessar o conteúdo desejado. Essa parte nós podemos arrumar”, disse ele.

“Existe outra parte, no entanto, que é porque as pessoas não querem pagar. Essa é a parte mais difícil. Como indústria, precisamos arrumar o conteúdo global”, completou.