Hacker russo publica método de burlar pagamentos nos apps do iOS

O jailbreak para iOS já tem ferramentas que permitem que pessoas baixem gratuitamente aplicativos que são pagos, de forma ilegal. Mas um hacker russo descobriu um método para burlar outro sistema de segurança: o de compras dentro de aplicativos. Esta fraude, no entanto, é ainda mais sofisticada, e não exige nem mesmo o jailbreak do aparelho.

O hacker responsável é identificado apenas como ZonD80, e a suspeita é de que ele seja um desenvolvedor de aplicativos para a plataforma da Apple. O método, criado por ele e ilustrado por um vídeo seu no YouTube, envolve a instalação de dois certificados assinados digitalmente no dispositivo iOS, além da alteração do DNS da conexão Wi-Fi. Depois disso, toda vez que o usuário tentar comprar um item dentro de um aplicativo, um aviso para curtir a página do hacker aparece. Depois de tocar em "Curtir", a compra é ativada automaticamente.

As compras dentro de aplicativos são fontes de renda não só de desenvolvedores de programas gratuitos como pagos também. Os donos dos apps podem, com o método do hacker, perder muito sinheiro se uma grande quantidade de usuários resolverem se utilizar da trapaça. Mas é importante que a Apple tome conhecimento da façanha rapidamente, para poder reparar o hack em breve.

Um aviso no blog do desenvolvedor diz que o serviço está inativo devido a uma grande onda de acessos, mas que ele planeja ativá-lo novamente em breve. Confira o vídeo onde o desenvolvedor mostra o funcionamento do seu hack:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=iSuo4xEucqE

fonte: TechTudo

Telefónica avalia ofertas para venda da Atento

SÃO PAULO - A Telefónica informou hoje que continua a avaliar a venda da Atento, divisão de call center do grupo. Em documento enviado à Comisión Nacional del Mercado de Valores (CNMV), entidade que regula o mercado de capitais da Espanha, afirmou que tem recebido diversas propostas de terceiros, cujos termos e condições estão em processo de análise pela companhia.

A iniciativa integra as estratégias de venda de ativos do grupo para reduzir uma dívida de aproximadamente 57 bilhões de euros (US$ 70 bilhões).

Há pouco mais de um ano, a Telefónica chegou a iniciar os procedimentos para uma oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) de ações da Atento, no mercado espanhol. Na operação, seriam emitidas 30,6 milhões de ações da empresa, o equivalente a 51% da divisão. No entanto, o grupo cancelou o processo citando a “situação desfavorável dos mercados”.

Microsoft anuncia o Windows 8 To Go, para rodar via USB

A Microsoft confirmou, na última segunda-feira (9), durante a Digital Worldwide Partner Conference, que haverá uma versão portátil do Windows 8. O Windows 8 To Go foi desenhado para rodar o sistema operacional em computadores diretamente de um pen drive de 32 GB. Com o recurso, o usuário poderá instalar todas as suas configurações e aplicativos em qualquer PC com as mesmas preferências.

A novidade da Microsoft atinge, principalmente, o usuário que precisa utilizar mais de um computador. Resta aguardar a divulgação de algumas informações, como, por exemplo, a possibilidade de haver conflitos com sistemas operacionais das máquinas, tamanho e tempo do carregamento do Windows 8 To Go, bem como será a execução do software.

Ao que tudo indica, a espera para estas respostas vai durar até outubro, previsão de lançamento do novo Windows 8. De qualquer forma, a expectativa já é grande.

fonte: Techtudo

Huawei negocia para administrar redes de Etisalat e Saudi Telecom

Empresa chinesa pretende expandir parcerias também com outras operadoras de telefonia fixa do Oriente Médio

DUBAI - A Huawei está em negociações com a Etisalat e a Saudi Telecom para operar as redes de telefonia fixa das duas operadoras do Golfo Pérsico, informou um executivo, o que pode cimentar a liderança da chinesa na região, cujo mercado movimenta US$ 1 bilhão ao ano.

A Huawei, segunda maior fabricante mundial de equipamento para telecomunicações, está conduzindo negociações semelhantes com diversas outras operadoras do Oriente Médio, informou o executivo por e-mail, sem as citar, alegando que as negociações são confidenciais.

“A Huawei tem fortes parcerias com a maioria das operadoras regionais e está procurando maneiras de expandi-las”, disse o vice-presidente de entregas e serviço da Huawei para o Oriente Médio, Xia Chaojie.
“Estamos vendo uma chance de expandi-las por meio de novas tecnologias e também estamos considerando a operação de serviços de telefonia fixa. Começamos a negociar com todos os nossos parceiros em telefonia fixa no Oriente Médio, entre eles Saudi Telecom e Etisalat”, afirmou.

A Etisalat é o ex-monopólio estatal de telecomunicações dos Emirados Árabes Unidos, e a administração de redes significa que a operadora terceiriza a manutenção da estrutura para um parceiro independente.
A prática vem se tornando cada vez mais comum no Oriente Médio, e permite às operadoras se concentrarem em marketing e no atendimento ao consumidor, como forma de diferenciação diante da concorrência.

A manutenção terceirizada de redes também costuma reduzir de 13% a 20% os custos operacionais de uma operadora, de acordo com Xia.

Ele estimou que o segmento de redes terceirizadas no Oriente Médio tenha movimentado US$ 1 bilhão no ano passado, e afirma que a fatia da Huawei nesse mercado foi de 55%. O executivo previu que a receita do segmento crescerá 18% anuais nos próximos dois a três anos.

“No Golfo Pérsico, estamos tendo ou já tivemos parcerias de gestão de serviços com a maioria das grandes operadoras”, disse.

Isso inclui acordos de longo prazo com a Nawras, do Omã, subsidiária da Qatar Telecom; com a Mobily, da Arábia Saudita, em parte controlada pela Etisalat; e com a du, dos Emirados.

Google Nexus 7: uma excelente opção para ser seu primeiro tablet

O anúncio do tablet Google Nexus 7 não chegou a ser uma surpresa aos mais aficionados por tecnologias, mas sua apresentação trouxe mais do que o especulado. Por US$ 199 (R$ 400), o gigante das buscas lançou um aparelho com configurações que, até então, só eram vistas em modelos com pelo menos o dobro do preço.

Com Android 4.1 (ainda inédito no mercado), processador quad-core Tegra 3, 1 GB de memória RAM, Bluetooth 4.0, NFC, tela de 7 polegadas Gorilla Glass, e a promessa de estar com a última versão lançada do Android por pelo menos 18 meses, dessa vez até os "xing-lings" mais baratos correm o risco de perder seus clientes.

Apesar de o tablet não ter previsão de chegar aqui no Brasil, o TechTudo, que estava lá no evento do Google no dia do lançamento, trouxe o Nexus 7 para a redação e filmou, para você ver de perto como essa incrível máquina e a última versão do Android funcionam.

fonte: Techtudo