Growing Up Digital, mas com muita distração

Os estudantes de uma maneira geral sempre enfrentaram distrações e desperdiçadores de tempo. Mas os computadores e celulares, e de constante fluxo de estímulos que eles oferecem, são um desafio novo
e profundo para a concetração e a aprendizagem. Os especialistas dizem que a atração dessas tecnologias é particularmente poderosa entre os jovens. O risco, dizem, é que o cérebro em desenvolvimento pode mais facilmente alternar constantemente tarefas do que o cérebro adulto e menos capazes de sustentar a atenção. Michael Rich, um professor associado da Harvard School e diretor executivo do Centro de Mídia e Saúde da Criança, em Boston disse:" Seus cérebros são recompensados não para permanecer na tarefa, mas para pular para a próxima coisa". E os efeitos podem demorar: " A preocupação é que estamos levantando uma
geração de crianças na frente das telas, cujos cérebros estão sendo moldados de forma diferente".