OI SEGUE ADICIONANDO MAIOR NÚMERO DE CLIENTES DE TV PAGA

Números de fevereiro indicam continuidade da retração do setor em um ano, período no qual foram desligados 382,8 mil acessos (-2,02%).

A base brasileira de assinantes de TV manteve a tendência de queda em fevereiro. Foram 95 mil desligamentos em relação a janeiro, e 382,8 mil desconexões em relação a fevereiro de 2016. Comparativamente, a retração foi de 0,51% mês a mês, e de 2% ano a ano. O país tinha, ao final do mês, 18,6 milhões de usuários.

Fevereiro foi o quinto mês seguido de queda na quantidade de usuários do serviço de TV no país, conforme os dados revelados hoje, 27, pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Nos último ano, o setor apresentou encolhimento em 10, dos 12 meses.




Mais uma vez, das maiores operadoras, apenas a Oi apresentou crescimento de usuários. Em 12 meses, a companhia registra acréscimo de 158 mil assinantes à sua bases. A empresa terminou fevereiro com 1,3 milhão de acessos. A empresa vem colhendo os resultados da oferta de planos convergentes, iniciada ano passado, conhecida como Oi Total.

No mesmo período de um ano, a Net encolheu 1,79% da base. A empresa se manteve como líder neste mercado. A Sky manteve a segunda posição em liderança, embora tenha desligado 2,68% dos acessos. A Telefônica, terceira principal competidora, viu a quantidade de clientes cair 5,96% em um ano.

Em relação às tecnologias, entre janeiro e fevereiro de 2017, nenhum tipo (cabo, fibra óptica, satélite) apresentou crescimento. No entanto, em 12 meses, a fibra ótica apresentou crescimento de 25,69% com a entrada de 45.130 assinantes. Todos os outros serviços apresentaram queda, em termos absolutos a maior redução foi registrada por usuários de satélite, menos 319.303 assinantes (-2,91%).