TV Digital - Angola prefere o padrão digital nipo-brasileiro (ISDB-T)


Durante o encontro realizado nessa terça-feira dia 25/01/11,entre o ministro das Comunicações Paulo Bernardo e o vice-ministro de Telecomunicações de Angola, Aristides Safeca, e contrariando a recomendação da Comunidade para o desenvolvimento da África Autral (SADV) para que os países membros da comunidade adotem o padrão europeu de TV Digital, Angola sinaliza que prefere o padrão nipo-brasileiro (ISDB-T). Segundo Aristides, a recomendação do SADV é apenas um indicativo, mas ressaltou que a escolha do padrão de TV digital deve ir além da avaliação técnica, e o pacote brasileiro traz mais benefícios a população e a indústria. O Brasil tem oferecido possibilidades de investimentos, financiamentos e joint-ventures para produção de equipamentos.